Artistas urbanos da baixocalão aterrisam no Circuito Fora do Eixo

por Caco Ishak - Belém/PA
(texto publicado no Portal Fora do Eixo)


No ar desde 23 de janeiro de 2007 e voltada para o lowbrow – braço das artes plásticas cunhado nos Estado Unidos nos anos 90, quando a técnica passou a resgatar as ruas e levá-las para os museus, abrangendo as mais diversas técnicas de intervenção urbana (graffiti, stencil, quadrinhos, pop art, ad infinitum) – a Baixocalão, primeira galeria on-line brasileira, nasceu da vontade e necessidade de mostrar o que vem sendo rabiscado por novos talentos dispersos país afora e carentes de um espaço que lhes desse a chance de receber a devida atenção, de público e crítica.

Passados dois anos, quase 50 artistas já passaram pela baixocalão, representando com autoridade as cinco regiões do país – o que seria bastante inviável, não fosse a proposta virtual da galeria. Com uma média de cinco mil acessos únicos mensais desde o início dos trabalhos (grande parte de outros países que não o Brasil – principalmente norte-americanos e europeus), alguns artistas que entraram anônimos na bc já receberam convites de revistas e galerias estrangeiras para expor seus trabalhos em terras d´além mar.

Como se continuar navegando fosse preciso, a baixocalão firmou uma parceria com o Coletivo Palafita (AP), em dezembro de 2008, e realizou sua primeira exposição física durante a edição de estréia do Festival QuebraMar, em Macapá. Representada pelos artistas Kael Kasabian (SP) e Fabiano Gummo (RS), a bc tinha acabado de dar o primeiro passo para uma futura integração ao circuito de música independente nacional.

EXPO VIRTUAL E FORA DO EIXO – Foi então que surgiu a idéia do que seria uma senhora mão-na-roda para a divulgação do acervo virtual da baixocalão: a exposição virtual, projetada em um telão entre show e outro durante festas e festivais – artistas divulgam sua arte, organizadores agregam um produto a mais em seu leque de atrações com custo praticamente zero (para realizar uma exposição virtual são necessários apenas um telão e um data-show, geralmente previstos na infra-estrutura de qualquer evento).

Vendo no Circuito Fora do Eixo um parceiro que facilmente daria vazão à novidade e aproveitando a oportunidade dos festivais integrados que serão realizados em 49 cidades durante o Grito Rock, a baixocalão está disponibilizando o pacote de sua exposição virtual para ser baixado gratuitamente por produtores que se interessarem pela proposta. Exposições físicas dos artistas da bc também serão possíveis em suas respectivas cidades.

Em contrapartida e visando expandir sua rede de representados, a baixocalão pretende integrar a seu staff artistas locais indicados pelos festivais e que neles realizem a exposição física de seus trabalhos. Com isso, a bc espera comemorar seus dois anos no melhor dos estilos, realizando um completo mapeamento da arte urbana contemporânea e divulgando mundo afora a produção de cada um dos 27 estados brasileiros.

Maiores informações serão dadas através do e-mail contato@baixocalao.com.

Nenhum comentário: